Maestro Francisco Lima

Francisco Augusto Silva Lima, nascido a 12 de Setembro de 1966, natural de Vila Nova de Anha, Viana do Castelo, que teve o início da sua carreira musical aos 11 anos, na sua terra natal, na Escola de Música da ADCA (Associação Desportiva e Cultural de Anha), onde aprendeu a tocar guitarra. Nessa mesma Escola e, com a ajuda de músicos da terra, aprendeu ainda a tocar saxofone, integrando posteriormente a Orquestra e Escola de Música do Centro de Cultura Juvenil de Viana do Castelo, agora denominada “Fundação Maestro José Pedro”.

 

Motivado pelo sonho de ser como o seu avô paterno (Saxofonista e Maestro), estudou na Academia de Música de Viana do Castelo, obtendo o Curso Complementar de Música “Instrumento - Saxofone”. Posteriormente, frequentou a Escola de Jazz do Porto. Adquiriu a Carteira Profissional de Saxofonista para actuações no estrangeiro.

 

Como professor, leccionou a disciplina de Educação Musical em várias Escolas Oficiais desde 1988 até 2000, mas foi nas Escolas Particulares de Música que encontrou a sua realização profissional, leccionando as disciplinas de instrumento e formação musical na “Fundação Maestro José Pedro”, na Academia de Música de Âncora, na Escola de Música de Perre, na Escola de Música da Areosa, na Escola de Música de Moreira do Lima, entre outras.

 

Como saxofonista, integrou, a Orquestra Ligeira de Vila Nova de Anha, Orquestra Ligeira do Centro Cultural Juvenil de Viana do Castelo, a Banda dos Bombeiros Voluntários de Amares, o grupo de baile “ Clipers“, a Banda de Música de Baltar (Porto), a Banda Filarmónica de Caminha e a Banda de Música de Moreira do Lima (Ponte de Lima).

 

Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento musical e de direcção de banda como, por exemplo, o "XXVII Curso de Regência de Bandas/Filarmónicas" do INATEL e teve ainda a oportunidade de trabalhar com grandes nomes da música como Jorge Trindade, Jos Wuytack, Henk Van Twillert, Robert Houlihan, Jacinto Montezo, entre outros.

 

Em 1994, formou a Escola de Música do Centro Social Paroquial de Vila Nova de Anha onde, em 1996, nasceu a Orquestra Ligeira, da qual é o maestro. Ao mesmo tempo, tornou-se o responsável e maestro do Orfeão do C. S. P. de V. N. de Anha, desde o seu início, em 1994, até à sua extinção em 2003. Em 2004, foi convidado a dirigir a Banda de Música de Moreira do Lima, sendo seu maestro até ao dia 31 de Outubro de 2009.

 

A 19 de Outubro de 2009, juntamente com os pais dos alunos da escola de música e com a Direcção do Centro Social Paroquial, cooperou, como maestro, no renascer da “ Filarmónica do Centro Paroquial Social de Vila Nova de Anha “, após um interregno de cerca 50 anos. Em  Outubro de 2011, insatisfeito com as normas e regras impostas pela direção do Departamento Cultural e Recreativo ao qual a Filarmónica se encontra inserida, decide deixar o projecto juntamente com a grande maioria dos músicos componentes da mesma e, em 16 de Dezembro de 2011, com o apoio desses mesmos músicos, encarregados de educação, amigos e simpatizantes da música, dá vida a um novo projecto, desta vez independente de qualquer outra instituição, ao qual foi batizado de ASSOCIAÇÃO MUSICAL DE VILA NOVA DE ANHA, no qual é professor e o actual Director Artístico.

AMVNA - Associação Musical de Vila Nova de Anha